Uma ferramenta importante no combate aos incêndios .

Parque Estadual do Juquery ganha mirantes de observação.

Com 20 m de altura, mirantes, poderão ser utilizados até o segundo patamar pelos visitantes.

Uma ferramenta importante no combate aos incêndios .

Os visitantes do Parque Estadual do Juquery, localizado na região Noroeste da Grande São Paulo, terão agora um novo atrativo, além dos 1.927,70 hectares de florestas, rios e a Represa Paulo de Paiva Castro. São dois mirantes de 20 m de altura que, apesar de construídos para vigilância e prevenção de incêndios, poderão ser utilizados pelo público, até o segundo patamar, de onde se descortina a vista de toda a região.

Os mirantes, que foram construídos com recursos provenientes de um termo de compensação da Central Elétrica Anhanguera, têm quatro patamares e são dotados de painéis solares e sanitários, além de reservatórios com capacidade para dez mil litros de água, que poderão ser utilizados para abastecer os equipamentos de combate a incêndios florestais.

Para a diretora do parque, Aparecida Pereira, os mirantes localizados em pontos estratégicos proporcionarão a visualização imediata de incêndios florestais, muito comuns na região. “Os vigias, equipados com aparelhos de rádio e binóculos, quando detectarem alguma ocorrência acionarão a equipe de plantonistas imediatamente, evitando que um pequeno foco de fogo fumaça vire um grande incêndio”, explicou.

O parque localiza-se em sua maior parte no Município de Franco da Rocha, estendendo-se também por Caieiras, abrigando diferentes fisionomias de cerrado e matas de fundo de vale que podem ser apreciadas dos mirantes. Administrado pela Fundação Florestal, órgão da Secretaria Estadual do Meio Ambiente – SMA, foi criado em junho de 1993, sendo constituído por um conjunto de morros, cujo ponto mais alto é o local conhecido na região como Ovo da Pata, a 942 m de altitude.

Várias espécies da fauna nativa podem ser encontradas na área do parque, incluindo espécies ameaçadas de extinção como o lobo-guará. A flora é igualmente representativa, principalmente por ser a única área remanescente de cerrado na Região Metropolitana de São Paulo, com espécies como fruta-do-lobo, barbatimão, copaíba e outras.

A visitação pode ser feita de terça-feira a domingo, das 8h00 às 17h00. Grupos especiais e escolares, com até 50 pessoas, devem fazer agendamento prévio pelos telefones 11-4449.5545 e 11-4443.3106 e e-mail pejuquery@yahoo.com.br. O parque localiza-se na Estrada do Governo, 1.800, em Franco da Rocha.

Texto: Newton Miura
Fotografia: Parque do Juquery