Bicho-preguiça é resgatado no Parque Xixová-Japuí

Um resgate diferente movimentou a sexta-feira, 10 de fevereiro, da equipe do Parque Estadual Xixová-Japuí, localizado em meio à Região Metropolitana da Baixada Santista. Durante fiscalização marítima de rotina, a equipe avistou algo no mar, que poderia ser uma tartaruga. Ao se aproximar, os integrantes da equipe perceberam surpresos se tratar de um bicho-preguiça (Folivora) nadando.

De acordo com o gestor do parque Paulo Menna, que acompanhou o resgate, o animal, aparentemente jovem, já apresentava sinais de cansaço quando encontrado no final da praia de Paranapuã, a aproximadamente 50 metros do costão rochoso.

O bicho-preguiça foi retirado do mar e imediatamente levado à sede do parque. Lá, monitores o banharam para tirar a água salgada e o colocaram em uma árvore, onde ficou se recuperando. Depois do breve descanso, a preguiça foi solta em área de mata no interior do parque.

O bicho-preguiça é uma das espécies que habitam o Parque Estadual Xixová-Japuí, junto com tartarugas marinhas, tucano-de-bico-preto e borboletas, entre outras.  Além da fauna, a unidade de conservação abriga um importante fragmento da Mata Atlântica, com características naturais, paisagísticas e histórico-culturais únicas. Os destaques da flora local ficam por conta das embaúbas, bromélias e figueiras.

De volta ao seu habitat

Texto: Luciana Reis
Fotos: Divulgação