Menina com paralisia cerebral recupera bengala no Villa-Lobos

Equipamento que Yasmin esqueceu no parque foi devolvido ao setor de Achados e Perdidos depois de campanha nas redes sociais

Uma menina de cinco anos que sofre paralisia cerebral recuperou neste sábado, 11, uma bengala que ela tinha perdido no Parque Villa-Lobos, na zona oeste de São Paulo, no mês passado. Yasmin se locomove com o auxílio de duas bengalas.

O equipamento que ajuda a menina andar apareceu no setor de Achados e Perdidos do parque depois que um vídeo gravado pela fisioterapeuta dela pedindo a bengala de volta bombou nas redes sociais.

A administração do parque registrou o momento em que Yasmin foi buscar a bengala no parque.

Yasmin só conseguiu a bengala de volta graças à campanha que a fisioterapeuta iniciou pelas redes sociais. No vídeo que ela gravou ao lado da Yasmin, a menina aparece reforçando o apelo: “Devolve para mim. Eu preciso andar. Eu vou na escola, eu brinco…”

A fisioterapeuta afirma na gravação que é impossível andar com uma bengala só. “A gente queria que a pessoa que pegou devolvesse lá. Porque ela precisa da outra”, afirma.

Segundo o coordenador do Parque Villa-Lobos e Cândido Portinari, Mauro Benigno, vários tipos de objetos são encontrados perdidos pelo parque todos os dias. “Já perderam até dentadura”, afirmou Benigno.

Em média, mais de 20 documentos são encontrados todos os meses nos parques paulistas. Tudo isso é encaminhado para o setor de Achados e Perdidos, que funciona de segunda a segunda sempre no horário de expediente administrativo, das 8h às 17h.