SMA debate fiscalização no setor madeireiro

A Secretaria do Meio Ambiente promoveu uma reunião na sexta-feira, 31, para discutir a fiscalização no setor madeireiro. O debate é uma estratégia para aprimorar as atividades de fiscalização, além de aproximar setores madeireiros e ONGs ligadas ao tema. Durante o encontro, que contou com a participação do secretário adjunto Antonio Velloso, houve a apresentação do balanço da fiscalização em 2016.

O debate girou em torno dos produtos florestais nativos, da melhoria e otimização da fiscalização e de como o setor privado pode contribuir para a construção de um plano de fiscalização ainda mais eficaz. O encontro também discutiu os gargalos enfrentados tanto pelo setor produtivo quanto pela fiscalização.

Em ação

No ano passado, foram lavrados 403 autos de infração ambiental, que somou R$ 11.262.578,00. E foram apreendidos 23.533 metros cúbicos de madeira.

Participaram do debate Polícia Militar Ambiental, Sindicato do Comércio Atacadista de Madeiras do Estado de São Paulo (Sindimasp), Fundação Getúlio Vargas (FGV), WRI Brasil, Instituto BVRio, Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora), Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e Amata, além de representantes do Sistema Ambiental Paulista.​