SMA anuncia municípios pré-certificados no PMVA

O Programa Município VerdeAzul apresentou, em Mogi das Cruzes, a lista dos destaques em cada uma das dez diretivas do programa

O sucesso do Programa Município VerdeAzul pode ser medido pela maciça adesão dos municípios paulistas no I Encontro Estadual de Pré-Certificação do Programa , acompanhado por cerca de 700 pessoas na quinta-feira (9/6), no Auditório CEMFORPE, no município de Mogi das Cruzes.

Lá foram anunciados os municípios paulistas que se destacaram em suas políticas públicas de gestão ambiental em 2017. Os municípios pré-certificados terão preferência quando pleitearem recursos para políticas públicas na área ambiental. A próxima pré-certificação ocorrerá em setembro e, finalmente, em dezembro, será feito o anúncio final do Ranking Ambiental Paulista 2017.

O secretário Ricardo Salles, acompanhado pelo anfitrião Marcus Melo, prefeito do município, e por Carlos Alberto Cruz, presidente da Associação Paulista de Municípios (APM), entregou os certificados para prefeitos e articuladores do programa que compareceram no evento.

Antes, porém, em sua fala, o secretário discorreu sobre as novidades de 2007 deste programa que completou uma década e que ele considera o mais importante de sua pasta. Salles anunciou também que Fernandópolis foi o município que obteve a maior pontuação nesta primeira pré-qualificação.

O PMVA, lançado em 2007 pelo Governo do Estado de São Paulo, tem o inovador propósito de medir e apoiar a eficiência da gestão ambiental. O Programa estimula e auxilia as prefeituras paulistas na elaboração e execução de suas políticas públicas estratégicas para o desenvolvimento sustentável.

As ações propostas pelo programa, em 2007, compõem as dez diretivas norteadoras da agenda ambiental local, abrangendo os seguintes temas estratégicos: Esgoto Tratado, Resíduos Sólidos, Biodiversidade, Arborização Urbana, Educação Ambiental, Cidade Sustentável, Gestão das Águas, Qualidade do Ar, Estrutura Ambiental e Conselho Ambiental.

Confira os três municípios primeiros colocados em cada diretiva:

Diretiva: Esgoto Tratado
1 – Pradópolis                 10,00
2 – Fernandópolis            9,38
3 – Novo Horizonte         8,59

Diretiva: Resíduos Sólidos
1 – Sertãozinho               10,00
2 – Monte Azul Paulista 9,48
3 – Fernandópolis            9,46

Diretiva: Biodiversidade
1 – Bertioga                        7,75
2 – Botucatu                      6,38
3 – Campinas                    6,08

Diretiva: Município Sustentável
1 – Fernandópolis            8,82
2 – Cerquilho                    8,65
3 – Novo Horizonte         8,62

Diretiva: Gestão das Águas
1 – Indaiatuba                   8,06
2 – Novo Horizonte         7,98
3 – Ibirarema                    6,94

Diretiva: Qualidade do Ar
1 – Avanhandava              7,70
2 – Indaiatuba                  7,26
3 – Jundiaí                        6,82

Diretiva: Conselho Ambiental
1 – Fernandópolis            9,00
– Caraguatatuba            9,00
2 – Lençóis Paulista         8,80
3 – Sagres                          8,70

Diretiva: Uso do Solo
1 – Ibirarema                      7,63
2 – Cerquilho                      6,99
3 – Jundiaí                          6,85

Diretiva: Estrutura e Educação Ambiental
1 – Caraguatatuba              7,91
2 – Sertãozinho                  7,87
3 – Fernandópolis             7,80

Diretiva: Arborização Urbana
1 – Iacanga                          6,15
2 – Fernandópolis             6,08
3 – Pirassununga              4,75

 

O prefeito André Pessuto, de Fernandópolis recebe o certificado das mãos de Ricardo Salles
Marcus Melo, prefeito de Mogi das Cruzes, Ricardo Salles e Carlos Alberto Cruz, presidente da Associação Paulista de Municípios (APM)