Salto vive dia de supercapacitação do PMVA

O objetivo do encontro foi sanar dúvidas técnicas e preparar a próxima pré-certificação, que deve ocorrer em setembro

Texto e fotos: Dirceu Rodrigues

A supercapacitação que o Programa Município VerdeAzul promoveu, nos dias 10 e 11 de julho, na cidade de Salto, foi uma via de mão dupla. De um lado, técnicos do programa orientaram os interlocutores na implantação e no desenvolvimento dos projetos ambientais e sanaram dúvidas sobre as 10 diretivas que o compõe e incentivaram a adesão municipal. Do outro, ouviram sugestões dos interlocutores. Tudo isso com vistas à melhoria do PMVA.

A capacitação foi aberta a todos os municípios, mesmo aos que não participaram, até o momento, do ciclo 2017. Em sua atual edição, o PMVA conta com duas pré-certificações e com um ranking anual, a ser realizado em dezembro. A ideia é, com a supercapacitação, sanar dúvidas técnicas e preparar a próxima pré-certificação, que deve ocorrer em setembro.

Ricardo Salles, secretário estadual do Meio Ambiente, esteve presente em Salto e falou sobre a importância da participação municipal no programa. “O município fortalece sua gestão ambiental e se torna apto a pleitear financiamentos estaduais”. Salles reforçou que a escolha de um interlocutor atuante e participativo pelo município é vital. “O interlocutor é peça fundamental no processo, pois canaliza as preocupações, as prioridades e as oportunidades dos municípios para a secretaria”.

Para o coordenador do projeto, José Walter Figueiredo Silva, este é o momento para o município transformar a sua ação ambiental em um bem global. “Na primeira pré-certificação, realizada na cidade de Mogi das Cruzes, 113 municípios foram pré-certificados. Na próxima, em setembro, esperamos a adesão de todos”.

O PMVA

Lançado em 2007 pelo Governo do Estado de São Paulo, tem o inovador propósito de medir e apoiar a eficiência da gestão ambiental. O Programa estimula e auxilia as prefeituras paulistas na elaboração e execução de suas políticas públicas estratégicas para o desenvolvimento sustentável.

As ações propostas pelo programa compõem as dez diretivas norteadoras da agenda ambiental local, abrangendo os seguintes temas estratégicos: Esgoto Tratado, Resíduos Sólidos, Biodiversidade, Arborização Urbana, Educação Ambiental, Cidade Sustentável, Gestão das Águas, Qualidade do Ar, Estrutura Ambiental e Conselho Ambiental.

 

Ricardo Salles fala aos interlocutores ao lado de José Walter Figueiredo Silva, coordenador do PMVA, e do prefeito Geraldo Garcia, de Salto