SMA articula plano de resíduos sólidos para região do Alto Tietê

Munícipios que compõem consórcio vão contar com auxílio da ABRELPE para elaborar estudo sobre o tema

A Secretaria do Meio Ambiente – SMA realizou nesta quarta-feira, 2, reunião com representantes do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) e da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (ABRELPE) para discutir a elaboração do estudo que embasará o plano de resíduos sólidos de toda a região do Alto Tietê.

A ABRELPE se dispôs a dar auxílio técnico e a procurar fontes de financiamento para o estudo.

“O Condemat deu hoje, em parceria com a ABRELPE, mais uma mostra da vontade política firme de buscar solução regionalizada para o problema do lixo, diretiva que a SMA vem insistentemente divulgando aos municípios do Estado”, disse o secretário adjunto, Antônio Velloso.

O tema do lixo tem sido um dos mais combatidos pela secretaria nos últimos meses, por meio do programa Lixão Zero, lançado no ano passado. De junho de 2016 até agora, a pasta já interditou 19 aterros irregulares no Estado e pretende acabar com todos eles até o fim de 2017. Além de fechar os lixões, a secretaria também tem feito uma força-tarefa para que as cidades sejam capazes de dar uma destinação sustentável aos resíduos. Uma delas das alternativas propostas pela SMA é a criação de aterros regionais.