Dia do Pantanal: Proteger o nosso vizinho

A preservação do Pantanal preserva São Paulo

Texto: Cris Leite (com informações de MMA / WWF-Brasil)

O Pantanal se estende pelos estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Visitado por milhares de pessoas, todos os anos, daqui e do mundo, o Pantanal é mais do que um roteiro turístico ou um cenário de novela.

Tão importante é a sua preservação, que a Unesco declarou o Pantanal como Patrimônio Natural Mundial e Reserva da Biosfera. Chamado de reino das águas, o Pantanal é um imenso reservatório de água doce e um dos biomas de maior biodiversidade.

É a maior área alagável do mundo e está protegida em lei. Está lá, em nossa Carta Magna “A Floresta Amazônica brasileira, a Mata Atlântica, a Serra do Mar, o Pantanal Mato-Grossense e a Zona Costeira são patrimônio nacional, e sua utilização far-se-á, na forma de lei, dentro de condições que assegurem a preservação do meio ambiente, inclusive quanto ao uso dos recursos naturais”.

A fauna e a flora pantaneira abrigam mais de 4.700 espécies. São cerca de 3.500 espécies vegetais, 263 espécies de peixes, 41 de anfíbios, 113 de répteis, 463 de aves e 132 espécies de mamíferos.

Localizado no centro-oeste do Brasil, o Pantanal é uma região de interligação de outros importantes biomas: nossa Mata Atlântica, Amazônia, Cerrado e também o Chaco (paraguaio e boliviano). Preserva ainda cerca de 80% de sua cobertura nativa, mas tem sido continuamente impactado pela ação humana.

Ações humanas que podem provocar desequilíbrio entre os ecossistemas, desencadear mudanças climáticas, levando a situações como a savanização da Amazônia ou escassez hídrica em São Paulo.

O dia 12 de novembro foi a data escolhida para se comemorar o Dia do Pantanal. A WWF-Brasil, entidade não governamental dedicada à conservação da natureza, desde 2014, nomeou o personagem Chico Bento, de Mauricio de Sousa, como o embaixador da proteção das nascentes do Pantanal. A iniciativa visa envolver e conscientizar crianças e adultos da importância da preservação desse bioma.

Confira o vídeo da campanha em: