Alckmin e prefeitos SP e Guarulhos retomam operação Defesa das Águas

O secretário Maurício Brusadin participou, na segunda-feira 8, de uma reunião com o governador Geraldo Alckmin e os prefeitos de São Paulo e Guarulhos, João Dória e Gustavo Henrique Costa, no Palácio Bandeirante, para discutir ações de preservação em áreas de risco ocupadas na Serra da Cantareira, onde, segundo estimativas da Secretaria Estadual do Meio Ambiente, existem cerca de 700 famílias em situação vulnerável.
Foi a retomada da operação integrada Defesa das Águas, criada em 2007, uma parceria entre o governo estadual e a prefeitura da capital, para proteger, controlar e recuperar as áreas de interesse público, ambientais e de mananciais.

As ações são coordenadas por um Grupo Executivo composto por órgãos do Governo do Estado (Secretarias do Meio Ambiente, Saneamento e Energia/Sabesp/EMAE, Habitação/CDHU e Segurança Pública) e da Prefeitura (Secretarias de Segurança Urbana, do Verde e Meio Ambiente, das Subprefeituras, da Habitação e do Governo).
A operação tem Comitês Gestores constituídos nas Subprefeituras, com participação de vários órgãos estaduais e municipais, responsáveis pelo planejamento local e execução. Trata-se de um trabalho que prevê uma série de ações integradas, a partir da definição das regiões mais vulneráveis, para implementar medidas de controle de ocupação e expansão irregular.

A atuação teve início em uma área extremamente sensível, que é a represa de Guarapiranga, na Zona Sul, expandindo-se para outros mananciais, Áreas de Proteção Ambiental (APAs) e Áreas de Preservação Permanente (APPs), e agora chega à Serra da Cantareira e demais áreas de preservação e de risco existentes ao longo da Rodovia Fernão Dias.