Operação Corta Fogo

O Sistema Estadual de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais, conhecido como Operação Corta Fogo, é desenvolvido com o objetivo de prevenir, controlar, monitorar e combater a ocorrência de incêndios florestais, no Estado de São Paulo. É coordenado pela Coordenadoria de Fiscalização da SMA , que articula diversos órgãos, como o Corpo de Bombeiros, a Coordenadoria da Defesa Civil da Casa Militar, a Polícia Militar Ambiental (PAmb), a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB), a Fundação Florestal (FF) e o Instituto Florestal (IF).

Está dividido em quatros programas integrados e complementares:

Prevenção: tem como objetivo divulgar medidas preventivas, esclarecendo a população sobre os riscos e prejuízos causados pelos incêndios e queimadas.

Controle: disciplinar, monitorar e fiscalizar o emprego do fogo na Queima Controlada, bem como a emissão de licenças e autorizações.

Monitoramento: monitorar focos de incêndios e queimadas, bem como as condições climáticas que favoreçam o aumento do risco de fogo, com o objetivo de operar em tempo real, emitindo alertas e fornecendo subsídios aos órgãos participantes da Operação Corta Fogo.

Combate: planejar, integrar e executar ações de combate a incêndios florestais; treinar brigadas municipais e das Unidades de Conservação.