Coordenadoria de Parques Urbanos – CPU

A Coordenadoria de Parques Urbanos (CPU) foi criada por meio do decreto estadual nº 57.933, de 2 de abril de 2012, onde foi listada como parte da estrutura básica da Secretaria do Meio Ambiente após a reorganização da pasta, que trata o referido decreto. Inicialmente era responsável por 5 (cinco) parques que já faziam parte da estrutura, atualmente é responsável por 11 (onze) parques, são eles: Parque Villa-Lobos, Parque Candido Portinari, Parque Estadual do Belém, Parque da Juventude, Parque “Dr. Fernando Costa” – Água Branca, Parque Estadual Alberto Löfgren – Horto Florestal, Projeto Pomar Urbano, Parque Ecológico do Guarapiranga, Gabriel Chucre em Carapicuíba, Parque Estadual “Chácara da Baronesa” em Santo André, Parque Várzea do Embu Guaçu em Embu Guaçu.

A CPU tem por objetivo padronizar a administração dos Parques Urbanos de responsabilidade da Administração Estadual, incluindo a harmonização de procedimentos, programas e ações, obtendo assim economia na elaboração de projetos de expansão e na contratação de serviços de apoio à manutenção dos espaços. O objetivo dessa Coordenadoria é oferecer lazer a população, tornando os parques um ótimo lugar para passar o tempo livre e aproveitar toda a família, com atividades de lazer, esporte e cultura, aliadas à gestão ambiental.