Programa de Combate

Uma vez identificado um foco de incêndio, deve-se impedir que o fogo se alastre, combatendo-o.

Essa ação de combate a incêndios envolve a integração do Corpo de Bombeiros, Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, brigadas de Unidades de Conservação, municipais e institucionais.

O Programa de Combate a Incêndios Florestais envolve as seguintes ações:

  • Definição de planos e estratégias de combate, adotados em virtude da natureza do incêndio;
  • Formação e capacitação de brigadas municipais, institucionais ou voluntárias, para combate aos incêndios florestais;
  • Fomento para criação e manutenção de redes de combate, tais como Plano de Auxílio Mútuo (PAM) e Rede Integrada de Emergências (RINEM);
  • Implantação dos Planos de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais em Unidades de Conservação, com o objetivo de: caracterizar a situação e infraestrutura da Unidade de Conservação (UC); elaborar o mapeamento de áreas prioritárias e críticas de ocorrências de incêndios; sistematizar as ações preventivas; e definir os procedimentos, rotinas e estratégias para o combate ao fogo;
  • Utilização de aeronaves agrícolas de asa fixa (Air Tractor e similares) para apoio ao combate.
Posto de Comando montado durante ocorrência de incêndio florestal. Foto: Corpo de Bombeiros/SP

 

Treinamento de combate a incêndio realizado durante Oficinas Regional para Redução de Riscos –
Estiagem, em Valinhos/SP. (Acervo SMA)

 

Treinamento de combate a incêndio com uso de aeronaves realizado em Botucatu/SP. (Acervo SMA)

 

Treinamento de combate a incêndio com uso de aeronaves realizado em Botucatu/SP. (Acervo SMA)