Governo do Estado de São Paulo Sistema Ambiental Paulista

05/06/08 00:00

No Dia Mundial do Meio Ambiente, Governo de São Paulo lança Programa de Educação Ambiental

Governador José Serra lança Programa Estadual de Educação Ambiental

No Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado nesta quinta-feira (05/06), o Governo do Estado de São Paulo, por meio das Secretarias do Meio Ambiente (SMA) e da Educação (SEE), lançou o Programa de Educação Ambiental do governo estadual. O evento de lançamento aconteceu na Escola Estadual Paulino Nunes Esposo, Jardim Casa Grande, na região da Represa Guarapiranga, com destaque para a apresentação do Caderno Guarapiranga, um material impresso, contendo informações completas – articuladas ao currículo escolar – , sobre essa importante bacia hidrográfica, e dirigido aos professores, para ser desenvolvido com os alunos. Todas as 196 escolas estaduais do entorno da Guarapiranga serão envolvidas nessa primeira etapa do programa e receberão cinco exemplares da publicação.

Cercados de crianças, estudantes da rede estadual de ensino, o governador José Serra, o secretário estadual do Meio Ambiente, Xico Graziano, e a secretária-adjunta da Educação, Iara Prado, participaram do evento de lançamento do Programa, que tem como proposta a promoção do respeito ao meio ambiente, com qualidade de vida, aliada à efetiva participação da comunidade. Tanto o governador como o secretário Graziano enfatizaram a importância da educação ambiental lembrando que em suas infâncias não tiveram a oportunidade de receber tais conhecimentos e ressaltaram a necessidade primordial de proteger os mananciais.

Programa de Educação Ambiental nas represas

O Governo do Estado de São Paulo estabeleceu, para os quatro anos dessa gestão, uma agenda com 21 Projetos Ambientais Estratégicos e um deles é o projeto Mananciais, que envolve as represas Guarapiranga, Billings e Cantareira, e tem o objetivo de promover a proteção e a recuperação dessas bacias hidrográficas, com educação ambiental e fiscalização.

Na primeira etapa do Programa, o trabalho será desenvolvido na Bacia do Guarapiranga, pois trata-se do manancial que já possui sua lei específica. Nessa fase, foi dividido em quatro focos de atuação: o primeiro é voltado às escolas estaduais (educação formal), em parceria com a Coordenadoria de Educação e Normas Pedagógicas (CENP), da Secretaria da Educação – Caderno Ambiental Guarapiranga, e o Projeto Ação Jovem Ambiental – AJA, programa de estímulo ao voluntariado jovem, para pensar, discutir e agir frente às questões socioambientais, em escolas estaduais da Bacia, estimulando os jovens a tornarem-se protagonistas de iniciativas em defesa do meio ambiente na escola e na comunidade.

O segundo são com os gestores públicos e lideranças comunitárias (Lei Específica da Guarapiranga), incluindo cursos para técnicos das prefeituras locais que tenham atribuições pertinentes à aplicação da Lei Específica, assim como lideranças comunitárias que possam disseminar os conteúdos da nova Lei. O terceiro é sobre Pesquisa de Percepção Ambiental – trabalho de percepção ambiental junto aos moradores da represa – a pesquisa será realizada para saber como é a percepção ambiental dos moradores da Bacia do Guarapiranga quanto ao meio ambiente, área de manancial, represa, recursos hídricos, habitação, saneamento, saúde, educação e qualidade de vida; saber se conhecem a represa (Guarapiranga), as áreas de mananciais, o sub-Comitê de Bacia Hidrográfica Cotia-Guarapiranga, as instâncias públicas de participação e decisão (subprefeituras, prefeituras, concessionárias de água e esgoto e de energia) etc.

O quarto foco trata do programa de informação para moradores da Bacia (educação não-formal), com distribuição de materiais impressos com conteúdos de Educação ambiental sobre a importância dos recursos hídricos e a criação de Centro de Referências em educação ambiental no Parque Ecológico Guarapiranga.

A Coordenadoria de Educação Ambiental (CEA), da SMA, tem a função de implementar ações de educação ambiental integradas à diretrizes da Secretaria e também a de implementar a Política Estadual de Educação Ambiental, bem como incentivar e articular a participação da sociedade civil, de entidades públicas e privadas intersetoriais no desenvolvimento e nas ações de capacitação técnica em educação ambiental, promover e incentivar a democratização das informações ambientais, por meio da produção e divulgação de material educativo e da difusão de estudos, pesquisas, metodologias, conhecimentos e tecnologias e o estabelecimento permanentes de canais de comunicação.

Bacia Hidrográfica da Guarapiranga

A Bacia Hidrográfica do Guarapiranga abastece cerca de quatro milhões de pessoas localizadas principalmente na parte sudoeste do município de São Paulo, sendo um dos mais importantes mananciais do Estado e encontra-se seriamente ameaçado pela ocupação urbana desordenada. Daí, a importância da participação da população do entorno da represa, nas atividades promovidas pela Coordenadoria de Educação Ambiental, no trabalho de conscientização relativo à preservação da água e os problemas oriundos da degradação ambiental.

Texto:
Rose Ferreira
Fotografia:
José Jorge