Os Frutos do Pomar Urbano

A recomposição paisagística e ambiental das margens do rio Pinheiros proporcionou o retorno da fauna, criando locais para repouso, abrigo e alimentação para animais e pássaros que estão nas áreas arborizadas. Ao todo, são mais de cinquenta espécies de aves, como gaviões, corujas, pombos, sabiás, sanhaços, periquitos, garças e muitas outras.

Com a volta da vida às margens do rio, a população passou a cuidar do local, comunicando à equipe do Pomar sua preocupação com a redução da poluição das águas, com a sobrevivência dos animais e com a preservação da vegetação.

O incentivo à pesquisa aproximou estudantes, que encontraram no Pomar espaço e apoio para o desenvolvimento profissional consciente, contribuindo para a qualidade da cidade em que vivem.

No Pomar Urbano, crianças e adultos aprendem e compartilham as boas práticas ambientais, preparados para fazerem melhores escolhas no futuro. Além disso, governo, iniciativa privada e população exercitam o modelo de trabalho conjunto, experimentando diariamente os resultados que ajudaram a construir.

A cidade novamente se aproxima do rio, e respeitosamente traz cor e vida às suas margens. Para os técnicos do Pomar Urbano, envolvidos no projeto desde o início, este é só o começo de uma história de sucesso. Sem hesitação, garantem: nós ainda vamos andar de caiaque no Pinheiros.

O rio concorda. E agradece.

PomarUrbano2.indd-Desconhecidoa_img_68