Estruturação de base digital contendo as unidades fisionômico-ecológicas da vegetação potencial

Fig_3
FIGURA 3: Articulação das folhas 1:50.000 superpostas à Folha de Araçatuba (1:250.000) contendo as unidades fitoecológicas. Em destaque a Folha Topográfica no 114, objeto de superposição com o levantamento atualizado da vegetação natural, conforme indicado na FIGURA 4.

A partir dos levantamentos efetuados pelo Projeto RADAMBRASIL e parcialmente divulgados, procedeu-se à digitalização das folhas na escala 1:250.000 e que contém a delimitação das unidades fisionômico-ecológicas da cobertura vegetal natural pretérita, elaborada de acordo com estudos que refletem a relação ombrotérmica, a litologia e as formas de relevo.
A digitalização foi feita por escanerização e posterior georreferenciamento das folhas, compondo assim uma base digital georreferenciada.

Como exemplo do procedimento metodologico adotado, na FIGURA 3 são apresentadas folhas cartográficas na escala 1:50.000 superpostas as unidades fisionômico-ecológicas. Em destaque a área de superposição com a correspondente folha na escala 1:250.000 (Folha de Araçatuba).