Projeto Verão no Clima foca em qualidade ambiental

“Da praia, só devemos tirar as fotos, deixar as nossas pegadas, levar a saudade e preservar a nossa biodiversidade

Depois de dias de chuva, as nuvens deram lugar ao céu azul e o sol apareceu para deixar o dia mais quente e brilhante em Santos. E nesse cenário, o secretário do Meio Ambiente Maurício Brusadin lançou o Projeto Verão no Clima, ação de conscientização de turistas e população local para manterem as praias limpas em 16 municípios do litoral paulista.

O Projeto Verão no Clima traz uma programação repleta de atividades, como mutirões de limpeza, corridas, caminhadas, tendas temáticas e abordagens, acompanhadas de monitores ambientais, com o objetivo de conscientizar e esclarecer a todos sobre hábitos corretos de descarte e de redução de resíduos.

“O Estado de São Paulo é o único do país que trata seu resíduo adequadamente. A balneabilidade das praias também é levada a sério. Tanto que a Cetesb faz o monitoramento da qualidade das águas durante o ano todo”, destacou o secretário Brusadin.

Para promover a mudança de comportamento nas pessoas em relação aos cuidados ambientais com as praias e com o meio ambiente haverá ações de educação ambiental, que serão acompanhadas por mais de 350 monitores e cerca de 1.500 voluntários.

Vice-governador Márcio França e secretário Maurício Brusadin

Em ação

Nos primeiros quatro dias de campanha, de 4 a 7 de janeiro, serão realizadas atividades nas praias de Santos (Gonzaga, Boqueirão, Embaré, Aparecida e José Menino), São Vicente (Itararé), Praia Grande (Boqueirão e Cidade Ocian), Bertioga (Boraceia e Enseada), Guarujá (Tombo, Pitangueiras, Astúrias e Mangue do Perequê), Cubatão (Parque do Perequê), Peruíbe (Costão e Ribamar), Mongaguá (Centro e Agenor de Campos), Itanhaém (Centro e Gaivotas), Cananeia (Beira Mar e Pereirinha -Ilha do Cardoso), Iguape (Centro, Barra do Ribeira e Balsa), São Sebastião (Cigarras, Maresias e Juquehy), Caraguatatuba (Martin de Sá e Cocanha), Ubatuba (Picinguaba, Maranduba e Enseada) e Ilhabela (Perequê e Curral).

No projeto deste verão, ainda serão abordados – pela primeira vez – assuntos como mudanças climáticas e pegada de carbono. Segundo Brusadin, é importante conscientizar a população sobre esses temas e pensar em políticas públicas de adaptação às mudanças climáticas. Por isso, todo o evento foi criado de maneira a reduzir as emissões de gases de efeito estufa, tanto na logística de transporte, como na confecção de material de apoio.

Inspiração

O Projeto Verão no Clima foi inspirado em iniciativas anteriores, como a Operação Praia Limpa, iniciada em 1987, pela Cetesb, e desenvolvida durante nove anos pela Secretaria de Meio Ambiente. “Um verdadeiro desafio para melhorar a qualidade das areias das praias e, principalmente da saúde pública. Reassumimos esse trabalho com a proposta de reduzir, reciclar, minimizar nosso lixo nas praias e nas áreas de lazer. Temos que deixar pegada zero e mais qualidade de vida e saúde para todos”, explicou a coordenadora do Projeto, Maria de Lourdes Freire.

Presente ao evento, o vice-governador Márcio França falou da responsabilidade do governo do estado com os turistas. “O Projeto Verão no Clima, com essa nova roupagem, tem como principal foco o cuidado e o respeito com as praias e com as áreas de lazer. É nossa tarefa orientar sobre a melhor maneira de usufruir da praia sem conflito com o meio marinho, assim como proporcionar mais qualidade de vida ao turista e à vida marinha”.

O projeto, criado pela SMA, com apoio da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) e Fundação Florestal, parceria das prefeituras municipais e entidades não governamentais (ONGs), e patrocínio da Agência Mercado Jovem e apoio da Heineken.

Também presentes ao evento: secretário adjunto de Meio Ambiente Eduardo Trani, presidente da Cetesb Carlos Roberto, presidente da Agência Mercado Jovem Rodrigo Clemente (parceiro do projeto Verão no Clima), vice-presidente comercial da Heineken Maurício Giamellaro, secretário estadual de Turismo Fabrício Cobra, vice-prefeito de Santos Sandoval Soares, secretário de Meio Ambiente de Santos Marcos Libório, e os ambientalistas Mario Mantovani (SOS Mata Atlântica) e Fábio Feldmann.

Abaixo, os links das redes sociais com as informações do “Verão no Clima”. Entre no clima do verão, acompanhe!

Facebook: www.facebook.com/VeraoNoClima/

Instagram: www.instagram.com/veraonoclima/

Twitter: twitter.com/VeraoNoClima

Site: www.ambiente.sp.gov.br/veraonoclima/

Projeto Verão no Clima será realizado em 16 municípios do litoral paulista